simplicidade


o que damos perde-se na significância atribuída ao retormo esperado... e assim nos deixamos embrenhar no gesto egoísta de mais querer do que dar...

sim, é medo de dar, mas é cobardia de não saber receber... por isso, admito minha frivolidade, mas nunca me perderei em momentos de desilusão cobarde...

1 sussurrando:

T. disse...

Bah!